Feeds:
Artigos
Comentários

O retorno!

Olá, queridos amantes e estudantes da Língua Portuguesa! Estive passeando por outros países e agora que estou de volta ao Brasil, quero voltar a alimentar o blog com conteúdo relevante sobre essa nossa linda e complicada língua! Fique ligado!!

As fotos dos Jogos da Amizade!

Beijo, galerinha!

Jogos da Amizade - 2009 045Jogos da Amizade - 2009 043Jogos da Amizade - 2009 042Jogos da Amizade - 2009 040Jogos da Amizade - 2009 039Jogos da Amizade - 2009 038Jogos da Amizade - 2009 027Jogos da Amizade - 2009 025Jogos da Amizade - 2009 024Jogos da Amizade - 2009 019Jogos da Amizade - 2009 018Jogos da Amizade - 2009 017Jogos da Amizade - 2009 016Jogos da Amizade - 2009 014Jogos da Amizade - 2009 013Jogos da Amizade - 2009 012Jogos da Amizade - 2009 011Jogos da Amizade - 2009 009

Oi, galerinha!

Mais exercícios sobre concordância verbal! Estudem!

1. Marque C para as orações que realizam concordância corretamente, e I para as que não o fazem. Depois, corrija o que estiver errado.

(     ) A moça e o rapaz chegaram tarde.

(     ) Falará o garoto e a garota.

(     ) Eu, tu e ele vamos sair.

(     ) Tu e ela irão sair amanhã?

(     ) O bando chegou com fome.

(     ) A multidão de jovens avançavam.

(     ) A multidão, apesar de tudo, gritavam muito.

(     ) Os Estados Unidos ficaram mais poderosos.

(     ) Vassouras é uma cidade bonita.

(     ) As Minas Gerais é um dos poucos estados brasileiros que não tem praia.

(     ) Haverão problemas sempre na vida.

(     ) Fizeram invernos intensos nos últimos anos.

(     ) José era as esperanças dos pais.

(     ) Fomos nós quem decidiu.

(     ) Foi ele que pediu pra eu voltar.

(     ) Fostes tu quem pediste pra eu voltar.

(     ) Fui eu que pediu pra você voltar.

(     ) Já são meia-noite e meia?

(     ) Agora é meio-dia e meio.

(     ) Hoje são 15 de outubro, dia do professor.

(     ) Hoje é dia 15 de outubro.

(     ) Você é um dos amigos que mora no meu coração.

(     ) O vencedor é eu.

(     ) O vencedor sou eu.

(     ) O vencedor somos nós.

 

2. Agora, leia com atenção o pequeno texto abaixo, descubra os erros de concordância verbal e corrija-os.

“Estudo feito pelo Ibop e IBGE mostraram que a maior parte da população apóiam o controle sobre as redes de televisão. Das 2 mil pessoas ouvidas, 1,5 mil (75%) defendeu mecanismos de controle externo das redes de televisão para evitar programações consideradas constrangedoras ou prejudiciais às crianças e aos adolescentes, com a exposição a cenas de sexo, violência e drogas”.

3.  Marque as orações que apresentam problemas de concordância verbal.

(    ) Procuram-se alunos dedicados e estudiosos.

(    ) Eu sou uma daquelas que gosta de estudar para as provas!

(    ) Para a feira cultural, preparou-se belos materiais.

(    ) O estudo, o compromisso e a disciplina, tudo isso devem ser cultivados pelos alunos.

(    ) O cansaço, as provas e desafios, nada pode fazê-lo desistir.

(    ) Ele é um dos que sempre tiram boas notas nas provas.

Oi, pessoal! Aí vai: o primeiro de muitos!

 

1. Use o verbo em destaque no Presente do Indicativo:

a. Reformar-se colchões velhos e pregar-se botões.

b. Chegaram os turistas; tratar-se de suecos.

 

2. Use os verbos em destaque no Pretérito Perfeito do Indicativo:

a. Um bando de pombos pousar no beiral do telhado.

b. Um cardume de submarinos povoar nossos mares durante a guerra.

c. Acontecer muitos problemas durante a viagem.

d. O pessoal ainda não vir, a turma não avisar vocês?

 

3. Ao encontrar problemas de concordância verbal, corrija para atender à norma culta.

a. Os Estados Unidos são um país capitalista.

b. Os Alpes fica na Suíça; os Andes é que fica na América do Sul.

c. Os meus óculos estão sujos e as minhas costas estão doendo.

d. Os Sertões são uma obra uma obra-prima da literatura brasileira.

e. A maioria dos eleitores votaram nos candidatos do governo.

Muito bem, galerinha! Mais atividades para quem quer estar fera na próxima prova!

 

1. Encontre as orações adjetivas e classifique-as:

a. Ninguém dá aquilo que não tem.

b. O professor, que educa, ganha miséria; o futebolista, que apenas dá chutes em uma bola, ganha fortunas.

c. Perde-se tudo quanto se põe num prato furado.

d. O Mar Vermelho, onde a chuva é uma exceção durante todo o ano, banha Israel, que é o berço da humanidade.

e. O tempo, que fortifica a amizade, enfraquece o amor.

 

2. Transforme as orações adjetivas em adjetivos, procedendo a todas as modificações necessárias.

a. Mulher que mora na Rua das Praias. Mulher moradora da Rua das Praias.

b. Homem que reside na Avenida Atlântica.

c. Pessoa a quem todos querem mal.

d. Vizinho a quem todos querem bem.

e. Tropas que mantêm a paz.

f. Letra que não se entende.

g. Ruídos que não se percebem.

h. Força que produz movimento.

i. Força que se aproxima do centro.

j. Força que se afasta do centro.

 

Por enquanto, é só. Logo colocarei exercícios sobre Concordância Verbal.

Até!

Olá, queridos! Como combinado, alguns exercícios sobre o assunto que estamos estudando no momento.

Quem puder imprimir, melhor. Se não, façam os exercícios no caderno mesmo. Mas todos com esse material na próxima aula, certo?

As orações subordinadas adjetivas funcionam como adjetivo de um termo da oração principal e são introduzidas pelos pronomes relativos: que, qual, quem, onde, cujo, quanto (depois de tudo). Podem EXPLICAR ou RESTRINGIR o termo anterior.

1. Tranforme o adjetivo em uma oração adjetiva:

a. O professor facilitador ajuda os alunos nos conteúdos.

b. As quatro amigas e o jeans viajante rodaram o mundo!

c. O aluno pensador é diferente do aluno reprodutor de ideias.

d. Todas as pessoas simpatizantes da Língua Portuguesa, por favor, dirijam-se ao teatro!

e. Você é um dos poucos alunos conhecidos (por mim).

f. Homens e mulheres fumantes vivem pouco.

g. Admiro pessoas esforçadas.

 

2. Explique a diferença de sentido entre os pares de orações adjetivas e classifique-as em EXPLICATIVA ou RESTRITIVA:
a. O homem, que se considera racional, muitas vezes age animalescamente.

O homem que se considera racional muitas vezes age animalescamente.

b. Mandei um telegrama para o meu irmão que mora em Roma.

Mandei um telegrama para o meu irmão, que mora em Roma.

c. Os idosos, que gostam de dançar, se divertiram muito.

Os idosos que gostam de dançar se divertiram muito.

d. O circo de cavalinhos que era esperado para março antecipou sua chegada.

O circo de cavalinhos, que era esperado para março, antecipou sua chegada.

 

É isso, por enquanto! Galerinha, vamos levar a sério essa “história” de estudar, né?!

Abraço,

da prof.

Exemplo de Paráfrase

Oi, galerinha!

Este é o texto sobre o qual comentei na aula sobre PARÁFRASE!

Leiam! É interessante perceber como o autor utiliza-se da estrutura de Gênesis 1 para adaptar seu tema!

 

Livro I – Gênesis
1. No princípio, Deus criou o Bit e o Byte. E deles criou a Palavra. E nada mais existia. E Deus separou o Um do Zero; e viu que era bom. E Deus disse: “Que os dados existam, e vão para os seus lugares devidos”, e criou os disquetes, os discos rígidos e os discos compactos.
2. E Deus disse: “Que apareçam os computadores, e sejam lugar para os disquetes, e para os discos rígidos e para os discos compactos”. Então Deus chamou os computadores de “hardware”. E não havia ainda ware. Mas Deus criou os programas; e disse-lhes: “Vão, multipliquem-se e encham a memória”.
3. E Deus disse: “Vou criar o Programador, e ele irá governar os programas e a informação”. E Deus criou o Programador, e colocou-o no CPD; e Deus mostrou a estrutura do DOS e disse: “Podes usar todos os diretórios e subdiretórios mas NUNCA UTILIZAR O WINDOWS”.
4. E Deus disse: “Não é bom para o Programador estar só”. Ele fez a criatura que iria olhar para o programador e admirá-lo, e amar as coisas que ele faz. E Deus chamou-a “Analista”. E foram deixados sob o DOS e era bom.
5. Mas BILL era mais esperto que as outras criaturas de Deus. E BILL disse para o Usuário: “Foi mesmo assim que Deus disse, que não podias executar nenhum programa? Como podes falar de algo que nunca experimentaste? No preciso momento em que executares o WINDOWS tornar-te-ás igual a Deus. E poderás criar tudo o que quiseres com um simples toque no mouse”. Então a Analista instalou o WINDOWS, e disse ao Programador que era bom.
6. O Programador começou a procurar novos drivers. E Deus perguntou-lhe: “Que procuras?” E o Programador respondeu: “Estou a procura de novos drivers que não encontro no DOS”. E Deus disse: “Quem disse que precisavas de novos drivers? Executaste WINDOWS?”.
7. E Deus disse ao BILL: “Serás odiado por todas as criaturas. E a Analista estará sempre zangada contigo. E venderás o WINDOWS para todo o sempre, e sempre com problemas”.
8. E disse à Analista: “O WINDOWS irá desapontar-te e comer toda a tua memória; e terás que usar programas reles, e irás adormecer em cima dos manuais”.
9. E disse ao Programador: “Todos os teus programas terão erros e irás corrigi-los até o fim dos teus dias”.
10. E Deus expulsou-os do CPD, fechou a porta e colocou uma password.